Aumentar a fonte do texto Normalizar a fonte do texto Diminuir a fonte do texto    facebook   flickr   youtube   
Aumentar a fonte do texto Normalizar a fonte do texto Diminuir a fonte do texto    facebook   flickr   youtube   
  

facebook   flickr   youtube   
Ministério da Saúde - MS
Secretaria de Atenção à Saúde - SAS
Departamento de Atenção Básica - DAB

 

Preveno e Controle de Agravos Nutricionais

Preveno e Controle de Agravos Nutricionais Preveno e Controle de Agravos Nutricionais Preveno e Controle de Agravos Nutricionais Preveno e Controle de Agravos Nutricionais Preveno e Controle de Agravos Nutricionais Preveno e Controle de Agravos Nutricionais Preveno e Controle de Agravos Nutricionais


Fortificao da alimentao infantil com micronutrientes em p - NutriSUS

Lanada oficialmente em maro de 2015, a Estratgia de Fortificao da Alimentao Infantil com Micronutrientes (vitaminas e minerais) em P NutriSUS consiste na adio de uma mistura de vitaminas e minerais em p em uma das refeies dirias oferecidas s crianas de 06-48 meses de idade. Os micronutrientes em p so embalados individualmente na forma de sachs (1g).

A Estratgia NutriSUS ocorre por meio de dois ciclos de fortificao planejados dentro de um ano letivo em creches pblicas ou conveniadas ao poder pblico. Um ciclo executado no primeiro semestre do ano e outro ciclo no segundo semestre do ano com um intervalo de 3 a 4 meses entre eles. Adiciona-se um sach de 1g, diariamente por 60 dias (de segunda a sexta-feira), em uma das refeies da criana at finalizar o ciclo de 60 sachs. Em seguida, realizada uma pausa na administrao de 3 a 4 meses. Aps esse perodo, inicia-se outro ciclo de 60 dias, seguindo essa sequncia at a criana completar 48 meses de idade.

A ao vem sendo implantada em diversos municpios brasileiros e atualmente est em 1.044 municpios, 6.338 creches e 304.606 crianas. Tambm participam da Estratgia 20 Distritos Sanitrios Especiais Indgenas (DSEI) com 4.290 crianas indgenas a serem suplementadas.

Implantada inicialmente nas creches participantes do Programa Sade na Escola, a iniciativa tem o objetivo de potencializar o pleno desenvolvimento infantil, a preveno e o controle da anemia e outras carncias nutricionais especficas na infncia. Identificou-se que 200 milhes de crianas menores de cinco anos, residentes em pases em desenvolvimento, no atingem seu potencial de desenvolvimento, e a anemia um dos fatores atribudos a essa condio Essas crianas possuem maior probabilidade de baixo rendimento escolar, o que provavelmente contribui para a transmisso intergeracional da pobreza com implicaes para o desenvolvimento dos pases (WHO, 2011). Tal tipo de estratgia, amplamente estudada por todo o mundo e implementada com sucesso em diferentes continentes, j acumula muitas evidncias de eficcia e efetividade (WHO, 2016).

Implantada inicialmente nas creches participantes do Programa Sade na Escola, a iniciativa tem o objetivo de potencializar o pleno desenvolvimento infantil, a preveno e o controle da anemia e outras carncias nutricionais especficas na infncia. Identificou-se que 200 milhes de crianas menores de cinco anos, residentes em pases em desenvolvimento, no atingem seu potencial de desenvolvimento, e a anemia um dos fatores atribudos a essa condio Essas crianas possuem maior probabilidade de baixo rendimento escolar, o que provavelmente contribui para a transmisso intergeracional da pobreza com implicaes para o desenvolvimento dos pases (WHO, 2011). Tal tipo de estratgia, amplamente estudada por todo o mundo e implementada com sucesso em diferentes continentes, j acumula muitas evidncias de eficcia e efetividade (WHO, 2016).

Conhea mais sobre a Estratgia NutriSUS e tire todas as suas dvidas usando os materiais de apoio.